15 de janeiro de 2010

Sonho

Sonhei com você de novo. Não sei quem é, muito menos o que quer comigo, mas sei que de alguma maneira você fez, ou fará parte da minha vida. Ontem passei o dia todo triste, chorando sem ter porque, ou talvez, acordar tenha sido o motivo. Me senti tão bem neste sonho, lembro-me de ver sua mão junto a minha, dedos entrelaçados, seu corpo perto, me envolvendo em um abraço. Seu rosto está tão claro em minha mente que se te ver por ai, na rua, vou te reconhecer de imediato.

O que são os sonhos? Acasos? Uma brincadeira feita por nossa mente? O espelho dos nossos males, desejos, segredos? E se for verdade que em sonho encontramos aqueles com quem sonhamos? Se assim for, por que eu te busquei por três noites seguidas, e mais, por que me sinto tão bem com você?

10 comentários:

Angellus disse...

Olá, vizinha da nuvem da esquerda! Agora entendo pq dizem por aqui que vc vive com a cabeça nas nuvens. Cheguei há 4 dias e todo mundo já me conhece, menos vc. Então, já que não aparece, resolvi aparecer. Acontece aqui que sou aprendiz a anjo da guarda e me falaram que vc estava precisando de um aluno, então, resolvi bater lá na sua nuvem, mas como sempre vc não estava. Sei não se quero essa vida de anjo da guarda, mas já estou sabendo que aqui quem decide é o chefe e que não é nada bom desobedecer.

Como já vi que dei viagem perdida, deixo essa mensagem aqui, pq me deram pouco tempo para aprender a guardar a vida de um mortal. Se eu não conseguir aprender rapidinho, terei de prorrogar e sei que isso não é legal. Dizem por aí que vc é a quem melhor guarda a vida de um mortal e que vc está tendo um trabalho danado com o seu mortal lá. Vim pra aprender, mas também pra ajudar. Se puder me orientar, vou dar o melhor de mim.

Agora, vou bater asas por aí. Ainda preciso aprender a usar essas coisas.

Espero a resposta. Fui!

Angel disse...

Ei, Angelluz! Então é você o meu novo vizinho?! Ouvi um murmurinho de que um novo anjo estava na área, mas ninguém sabia ao certo qual seria a sua função.

Realmente preciso de um aluno, já tenho um estagiário mas ele não serve para anjo. Preciso de alguém dedicado, viu?! Sou muito exigente! Estou guardando um mortal que me dá muito trabalho mesmo, até parece que quer me depor do meu querido cargo... Mas ele pensa que me vence, mas não vai me vencer não, vou guardar a vida dele direitinho e de quebra fazer dele um mortal nota 10!

Chega ai, Angellus, terei prazer em te orientar.

Abraços!

Jacque disse...

Isso está fazendo bem à você, então, só pode ser algo bom... Deixe fluir. Há coisas que não se explicam mesmo. Eu bem sei disso. Isso tudo me atrai, deve ser meu lado sensitivo de pisciana, rs!

Abraço, Angel!

Angel disse...

Jacque, uma sequência de sonhos totalmente interligados... Não me lembro disso ter acontecido antes. Que seja o prenúncio de algo bom, então!

Abraços!

Sr. OverGround disse...

Em algum lugar pode haver alguém que está sonhando com você. E fazendo as mesmas perguntas. E procurando o teu rosto e as tuas palavras.

Agora como saber? Apenas vivendo, já que o destino proverá algum encontro. Cedo ou tarde proverá!

Até breve! Adorei a visita!
Abraços..

Angel disse...

Sr OverGround, que lindas palavras... Vou guardar isso "Em algum lugar pode haver alguém que está sonhando com você. E fazendo as mesmas perguntas. E procurando o teu rosto e as tuas palavras."

A mais bela explicação para os meus sonhos, até agora...

Até breve!

Abraços.

FatoSempalavras. disse...

Ao meu ver, por vezes o sonho pode ser uma junção de segredos com desejos. E isso, de certa forma, nos é muito conveniente...o único motivo é quando acordamos - quando não tornamos este realidade - aí vem uma dura realidade....a vida.


Incontáveis abraços.

Angel disse...

Seriam os sonhos uma fuga, então? Mas, e quanto aos sonhos ruins?

Complexo.

Obrigada, Lagos (é como assina no blog).

Abraços!

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Aproveita. Quando acabar nem sonho nem procura nem realidade nem amor. Eu sou muito Freudiano e acho que a psique humana, nas suas profundezas, feitas de recalcamentos, faz surgir momentos e lembranças e inquietações nos nossos sonhos. Não acredito que seja reflexo do futuro ou adivinhação do presente próximo. Provavelmente, esse aconchego, essa calma, é o paradoxo daquilo que sentes na realidade. Como um conforto, baseado em experiências passadas, que te faz crer que essa é a sua zona de conforto. É como um estereótipo de conforto.
:)

Beijo, Angel.
Peço desculpa pela minha ausência.

Angel disse...

Ei, Luís, faltava-me a visão racional destes meus sonhos... rs. Gostei de saber a opinião de todos que aqui falaram, cada qual com sua visão. Realmente meus sonhos retratam algo que me falta neste momento, não nego. Quanto ao verdadeiro significado, vai saber...

rs

Abraços, meu caro!

Postar um comentário