10 de janeiro de 2010

O dia de ontem

Ontem fiquei na universidade das 8 hs até as 23 hs. Cheguei em casa exausta e não consegui sequer passar pelo blog. Aos amigos, que tanto gosto, desculpe a ausência de respostas aos comentários. Vocês sabem que faço isso desde que comecei o blog, e faço porque gosto, é para mim uma felicidade e um aprendizado imenso ouvir as pessoas, ainda mais aqui, onde tenho vozes, letras, sentimentos, de muitas partes do mundo. Acordei agora e já estou de saída. Universidade, mais uma vez. Mais uma desculpa peço, porque talvez eu não os visite hoje, mas saibam o quanto sinto por isso.

As coisas não estão sendo fáceis, mas ninguém disse que ia ser. Eu sabia dos riscos, embora não imaginasse que enfrentaria tantas dificuldades. Mas os benefícios serão de quem? Os frutos quem vai colher? Eu, ninguém mais. Poucas vezes na minha vida fiz algo que beneficiasse unicamente a mim, sempre me faltou uma dose homeopática de egoísmo, mas agora, está ai. Meu objetivo, meu esforço, minha vitória, porque não vou deixar ser diferente disso.

Abraço à todos, e bom domingo!

P.S.: Leo, obrigada pela cia ontem, mesmo eu estando chata demais! Você reafirmou coisas importantes, não me deixou perder o trilho. Você tem sido muito importante para mim.

8 comentários:

Juliana. disse...

Tudo tem um porque em nossas vidas! Após a tempestade, sempre vem um arco-íris belíssimo!!!

Bjos

Jacque disse...

Tudo tem um propósito, isso é fato. O caminho a ser trilhado muitas vezes, não é recortado por flores, dias bonitos, brisa suave e borboletas coloridas... É difícil, cansativo, doloroso... mas, é ainda um caminho, porque você se propôs a seguir por ele, não ficou parada esperando as coisas acontecerem, foi lá, traçou a rota, ergueu a cabeça e seguiu em frente... Admirável!

Vá em frente, Angel! Movimente aí suas asas, você já está no céu, que é o limite, então, conquiste-o!

Abraço, excelente domingo! (resto, né?) rs

leonel disse...

Não agradeças, anjo! Sabes que eu não fiz por qualquer obrigação. E tu não estavas chata, na verdade, nunca estás. Fiquei, fico e ficaria por intermináveis horas ctg, pois elas nunca me são delongadas, ou, de algum pesar. Ao contrário, e, disso não faço mais nenhum segredo, tu bem o sabes. Disseste que eu não te deixei perder os trilhos... ah, anjo da guarda meu, é sempre tu que me seguras neles e não me deixas descarrilar.

Um grande beijo e muita força, que eu sei que tu tens aí dentro de ti. E se ainda assim, faltar, podes estar certa que comigo tu sempre poderás contar.

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Nunca devemos fazer o que não queremos ou o que nos cansa muito. E falo em relação ao blogue em particular. Se há dia em eu não posso vir à blogosfera não faço esforço por isso. Tenho vida lá fora, como você tem. E o corpo vale muito. Acho que temos muito respeito pelos nossos seguidores (falo no plural, porque eu sou como tu neste "compromisso" com a blogosfera).

Isto faz bem à alma não faz? Eu tantas vezes chego cansado e estafado e não apetece vir aqui, mas venho por acaso e leio, escrevo e sinto coisas magníficas. O espírito fica curado e o cansaço atenuado. É uma pastilha para o coração. Eu gosto. Aliás, adoro. Muito mais todos os dias, porque conheço cada vez mais pessoas, embora que virtualmente. Acredito que um dia chegará em que verei que tudo isto é real. Aliás, como vejo.

Pessoa não deixa de ser pessoa lá porque não lhe vemos o rosto ao vivo. Basta saber que respira, fala e escreve o que a alma pede e o coração manda. Escrever, ser, expressar, é muito mais do que parecer um Ser e uma Expressão.

Beijo Beijo
E viva. Se longe se perto, sabendo que este ou aquele companheiro da blogosfera está bem e se lembra de nós é óptimo.

Angel disse...

Ei, Juliana, isso é verdade! A tempestade por aqui está demorando a passar, mas, há de passar!

Abraços.

Angel disse...

Jacque, precisamos lutar com unhas e dentes pelo que queremos, não é mesmo? As vezes a luta é em vão, outras vezes a vitória acontece. Mas é isso, lutar, lutar... desistir jamais!

Abraços.

Angel disse...

Leo, obrigada pelo apoio. Sim, eu sei que com você eu posso sempre contar...

Abraço.

Angel disse...

Luís, adorei seu comentário, fez bem ao meu coração... Realmente as pessoas não deixam de assim ser só porque não estamos com elas pessoalmente, e sentir esse carinho aqui, pelo blog, é indescritível. Feliz o dia que conheci seu blog! Sempre que você vem aqui me deixa palavras únicas, que fazem pensar.

Abraços!

Postar um comentário