4 de janeiro de 2010

Alma

Senti um peso sobre os meus ombros, os músculos fadigados e já sem forças. Nem parece que uma boa noite de sono se fez e a manhã acabou de chegar. A sensação de aperto vem logo após refazer o caminho de todos os dias, caminho este que eu teimo em fazer por mais que me doa. O corpo não responde a nenhum problema físico. Dentro do corpo, em um canto qualquer, encolhida e chorando baixinho, está a alma. É dela a dor exteriorizada.

Cansaço. O que fazer quando a alma está cansada?

11 comentários:

Juliana. disse...

Ah uma música perfeita, faz tanto por nós..

Bjos e um lindo dia!!

Jacque disse...

"Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma".

[Fernando Pessoa]

Eu gosto desses versos, me faz refletir sobre a inquietude da alma. Quando me deparo também com esse cansaço, faço o que desde muito tempo, pra mim, é a única razão de conforto, dobro meus joelhos e converso com Deus. Peço a ele calma, precisão, coerência e principalmente entendimento das coisas que eu não sei. Funciona, ainda funciona. E enquanto eu me sustentar na fé, assim será.

Tenha fé Angel, acredite sempre.

Abraço

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Bem, era disto que falava no comentário aos leões e sentimentos. Dizem que os olhos são o espelho da alma. Pois que concordo. Talvez seja a lágrima a expressão predilecta do espírito e da sua inquietude interior. O que pode fazer mais? Chorar e esperar. Ninguém pode curar um problema interior seu. Só tu. A força não deve faltar, porque ela nunca falta a quem tem coragem de escrever sobre sentimentos. É um sinal de fortaleza. Pode crer.

Abraço!

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Adorei a escolha de Fernando Pessoa, aqui da minha vizinha superior desta caixa de comentários.
Boa escolha :)

Jacque disse...

Obrigada, Luís!

:)

Angel disse...

Juliana, a dica da música foi ótima. Melodias me acompanharam o dia todo, e ainda me acompanham.

Obrigada!

Abraços.

Angel disse...

Jacque, que palavras valiosas... Não posso, nunca me esquecer que lá em cima (ou seria aqui do meu lado?) há alguém que está sempre pronto a me confortar. Farei isso.

Obrigada!

Abraços.

Angel disse...

Luís, lágrimas curam, são um acalento à alma, ao menos é assim para mim. Chorei mesmo, na tentativa de deixar sair tudo o que me sufocava. E no fim, lágrimas, fé e uma boa música. Nada mais poderia me fazer tão bem.

Obrigada!

Abraços.

P.S.: Jacque tem sempre ótimas palavras, lindos versos, sejam dela ou não. Se não conhece o espaço dela, conheça, é uma exímia escritora!

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Tenho a dizer que ela vai ao Brasil, em Maio, mas ainda não é oficial. Imagino a alegria dos fãs aí no Brasil. Para além da Beyoncé que parece-me que é fenómeno de bilheteira aí, nesse outro lado do oceano.

Beijo!

Angel disse...

Luís, estou aqui dando sorrisos de alegria! Vou procurar onde e quando exatamente as duas estarão por aqui, pois ouço muito não só a Lady Gaga.

Valeu a informação! Ficarei na torcida para que Portugal seja logo o destino dela também!

Abraços.

Jacque disse...

Hum... Pois é, Ele está do teu lado... rs! Ah, Ele está mesmo em todos os lugares, em tudo o que é belo, forte e verdadeiro!


Vim agradecer Angel, pelos elogios tão sinceros. Eu só escrevo o que sinto, e se isso vira poesia sinto-me mesmo em privilégio absoluto. Eu gosto de me entregar a escrita e gosto que as pessoas me acompanhem nessa entrega. Que bom que isso acontece.

Abraços, minha cara!

Postar um comentário