5 de fevereiro de 2010

Do que aprendemos, e nos tornamos, com o tempo

Não há maldade vivendo em meu peito. Não há inveja desfigurando meus olhos, nem palavras atravessadas ganhando vida por entre meus lábios. Meu coração está tranquilo, está em paz. Já não tenho mais medo, de nada. Já não temo pelo futuro que eu, insistente, queria definido. Não está, nunca esteve. Já o passado foi colocado em uma caixa grande e bonita, que ostenta a sua imensa importância em minha vida, e enfim, será guardado. Não muito longe, onde eu não possa tocar, perto o bastante para que eu possa querer, em algum momento, recordar, reconhecer, reaprender com ele, e sim, eu tenho esse direito.

Começo a descobrir quem realmente sou, mas infelizmente, ainda não me sei de todo. Hoje me sinto feliz ao perceber que tenho valores e que eles não se perderam com o tempo. Culpa sua, mãe, culpa sua... Sou incapaz de machucar quem quer que seja, sou incapaz de fazer o mal por mais que o mereçam, e esta, é minha maior virtude. Já fui tachada como fraca aos olhos dos outros, inerte diante das durezas da vida, e confesso, eu não sabia direito como me defender, mas hoje sei fazê-lo sem que precise cravar estacas no coração de quem quer que seja.

Tenho tanto a aprender, tanto... Quero melhorar, quero ser tudo aquilo que posso ser. O segredo está a alguns passos, só me falta caminhar. E pelo meu caminho continuarei a semear flores, as mais bonitas, a serem colhidas por quem desejar. Da beleza das flores todos terão o direito, mas aqueles que as quiserem destruir, façam, mas o farão sabendo, e na certeza de que todos sabem, de que aquelas belas flores, fui eu a plantar.

8 comentários:

Sr. OverGround disse...

Está tudo tão bonitinho aqui.. ^^

Estou de mudança Angel!.. Vou abandonar meu antigo blog pessoal e passar a postar em um novo, com a minha cara. Estou criando ele nesses ultimos tempos, em breve estará do ar!

Seu blog, já está linkado! ;-D

Até mais!..

http://mundoverground.blogspot.com/

Angel disse...

Ei, Sr! Que saudades! Pois eu estarei lá assim que você fizer seu primeiro post!

Abraços!

FatoSempalavras. disse...

"bom dia, olha as flores que eu trouxe pra vc, amor"

Já lhe disse que, ao meu ver, tens toda lenidade e carisma de uma flor?
Senão, agora está dito!!

Incontáveis abraços e 55 beijos em seu coração.

Angel disse...

Ei, Carlo, agradeço o carinho que você sempre tem comigo. Fico feliz, de verdade.

Abraços!

Mariana Andrade. disse...

querida, de coração, eu gosto muito da tua forma de escrever. vens espalhar flores até por aqui, e garanto que elas possuem os melhores cheiros (;
ah, e tu já tentaste escrever poemas?? (lá vai eu tentar contagiar as pessoas com versos, como eu fui contagiada kk), é que tu pareces ter poesia na veia, para construir uma prosa tão bem. bom.. garanto que versarias maravilhosamente bem.
ah, obrigada pelo comentário, gostei muito mesmo. Mas quando for comentar de novo, comente ACIMA e nao abaixo do texto, ok? obrigada, beijos.

Angel disse...

Mariana, que comentario mais carinhoso, obrigada! Poemas?? Ahh, deixo a teu cargo, que o fazes tão bem... Não me arrisco a criar poemas, não me acho capaz. Vejo tantas coisas lindas por ai... Mas teu comentário me fez imensamente feliz. Quem sabe eu não me arrisque?!

E quanto ao comentário... ai... desculpa? Eu li em um post teu você pedindo que o fizesse sempre acima do texto, que você manteria assim... Mas sabe como é estarmos acostumados... Farei acima na próxima vez, pode deixar!

Abraços!

Barbara Galvão disse...

Obrigada pela visita Angel :)
e obg pelo elogio..
Beijo

http://falabah.blogspot.com/

Angel disse...

Barbara, não tem porque agradecer!

Abraços, e sorte!

Postar um comentário