2 de maio de 2010

É preciso seguir

Eu vejo as pessoas indo e vindo por ai enquanto eu fico aqui, tão sem rumo, que me pergunto o que deixei passar, se estou cega e não consigo ver o que faria tudo ter sentido, porque atualmente, nada faz. Eu não faço, tu não fazes, e eles também não. E assim o mundo segue, e segue sem mim, diga-se de passagem.

Não acredito que me deixaram aqui... Ei, alguém ai! Dá uma carona?


Tudo que vai - Capital Inicial

24 comentários:

Fabio Rocha disse...

Bom dia! Vem comigo meu anjo... ;)

É preciso criar o sentido a cada passo. Criar... O que fazem os deuses.

Beijos

Angel disse...

Ahh, poeta... Que comentário lindo, e mais que providencial...

"É preciso criar o sentido a cada passo. Criar... O que fazem os deuses."

Não preciso dizer mais nada...

:)

Abraço!

PR" disse...

não te deixes ficar ai! Vai, corre! O mundo não pode correr sem ti!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Nunca diga que o mundo segue sem vc!
Que isso, vc é muito importante p muita gente, tenha sempre a certeza disso, viu?
bom domingo pra vc

Angel disse...

Não pode mesmo, PR"! O pior é que ele nem pára pra que eu posso alcançar... O jeito é correr mesmo! rs.

Abraço!

Angel disse...

É verdade, Alexandre, há pessoas que fazem a vida valer, e que estão dispostas a nos dar a mão e ajudar a caminhar. Sozinhos não estamos!

Obrigada pelo carinho, meu amigo!

Abraço, e excelente domingo para você também!

Viviane Zion disse...

"people come and go and walk away... and I'm not going anywhere!"
hahaha
Compartilho com vc uma canção de uma israelense criada na França> Keren Ann. Talvez eu me expresse melhor através da música e não das "minhas divagações", como vc mesma comentou dias atrás.
A tua sensação é também minha.
Bom domingo!
Shalom.

http://www.youtube.com/watch?v=G7t2jrVoGc0

Marcelo Mayer disse...

melhor seguir sozinha. é menos frustrante

Angel disse...

Viviane, você se expressa muito bem, sempre, inclusive em suas divagações. Espero que você não tenha entendido meu comentário como algo negativo, afinal, se há alguém que "divaga", que pensa muitas coisas à partir de uma só, sou eu. E acredite, não vejo maneira melhor de criar idéias, aprimorar e enriquecer pensamentos. Suas divagações são sempre bem-vindas, minha amiga!

Quanto a música, combinou perfeitamente com o post e com esta minha tarde de domingo. Recomendo a todos que ouçam! Obrigada, flor!

Abraço!

Angel disse...

Ahhh, Marcelo... Queria tanto que não tivesse que ser assim!

Abraços, querido músico!

Desabafando disse...

O tempo vai mostrar que tudo tem sentido sim, ainda que vc não o esteja vendo.

O que aparece é que tem algum malware na sua página. Imagino que seja de algum dos gadgets. Ele fica negando e bloqueando o acesso.

[ rod ] ® disse...

Nunca se está só! fica conosco moça. bjs.

Jacque disse...

Angel,

Tenho aprendido tantas coisas. Eu sei que não devemos medir as dores nem comparar histórias, mas muitas vezes, trancada em meu quarto, eu divaguei sobre isso que você escreveu. Eu não entendia porque tantos seguiam e eu ainda nem sequer sabia se era ainda dia ou noite, mesmo vendo o sol brilhar da maneira mais intensa. Eu precisava sair do quarto e seguir, mas eu não conseguia.

Então, alguém me fez sofrer muito, muito mesmo. Eu acreditava que o "amor" inventado era maior que tudo, e superaria qualquer coisa, porque assim me fizeram acreditar. Eu me doei, me entreguei, me preocupei... E eu? O quê se passava comigo? Por que não poderia ser real? Parecia uma doença, um febre irremediável.Eu até agradeço sabe, pois só na dor, na mais infinita dor, eu enxerguei o sol lá fora.

Hoje, depois de passado tudo isso, eu vejo quanto tempo perdi. A vida estava passando e eu esperando não sei o quê, acreditando não sei em quem e vivendo uma história que não fazia sentido algum. Na realidade não vivi história nenhuma, pois eu não vivia. Hoje vivo e deixo o brilho do sol invadir a minha alma. Cansei das trevas e dos sentimentos que só me deixavam pra baixo.

Me desculpe, talvez nem faça sentido isso tudo que escrevi, mas, eu sei exatamente o que sentiu quando escreveu esse texto.

Só quero que saiba que você é especial demais para ver as pessoas seguindo, é complicado eu sei, mas, nada como um sol após o outro para iluminar o seu caminho. Eu torço tanto pra isso, tanto... Acredite sempre nos sentimentos, só não seja escrava deles.

Um beijo, meu anjo.

Angel disse...

Desabafando, a gente às vezes fica assim mesmo, né... Olhos fechados, sem conseguir ver.

E, não sei como melhorar isso pra você... E o pior é que tem um monte de gadget ai, né... :/

Abraço, flor!

Angel disse...

Verdade, rod! Felicidade a minha ter vocês... :)

Abraços!

Angel disse...

Jacque, é claro que seu comentário faz sentido! Essa identificação é algo ótimo, essa troca de experiências que um blog nos permite é um aprendizado! Você, ao compartilhar o que viveu, deu uma cara ao meu post, um tom de realidade, e mostrou que muitas vezes paramos mesmo, e ficamos assistindo a vida passar.

Jacque, não pense que a experiência não valeu, pode ser que não tenha sido o que você esperava, mas, relacionamentos são assim mesmo, a maioria um dia acaba, sendo que muitos sequer começam, são platônicos. Claro que alguns terminam de uma maneira mais traumática, de tal forma que nos sentimos pequenos, vazios, e demoramos a nos recuperar (e olha que ficam cicatrizes). Mas tento ver ao menos algum ensinamento no passado, por mais doloroso que seja, porque infelizmente parece que crescemos mais na dor, então, cresçamos.

Você mrece ser feliz, Jacque. Deixa o passado guardadinho, ou então jogue-o fora, e não o busque nunca mais. Valeu de aprendizado para você, tenho certeza.

Abraço, linda Jacque!

Jacque disse...

Valeu Angel, valeu muito mesmo. Tenho agora um motivo pra seguir. Tem nome, rosto e o sorriso mais lindo do mundo. E assim será para todos os que querem enxergar.

Beijos, minha linda.

Angel disse...

Que bom, Jacque. E, oh... nem precisa agradecer, viu?

E pensa sempre que seu motivo pra seguir é você, e que agora você tem alguém pra seguir ao seu lado, deixando o caminho mais bonito, mais fácil, e muito melhor!

:)

Abraço!

Ale Danyluk disse...

Bom, o som do Capital de cara já me ganhou.
Aí li, vi e percebi que não sou só eu que vejo as coisas de uma maneira menos maquiada...
Mas antes isso do que a ilusão de uma vida perfeita.

Mas bora viver porque temos muito o que desbravar ainda...
Bjo
Ale

Ps: Thanks pela visita e pelo coment. Somos da mesma frequência com toda a certeza.

Angel disse...

Ale, que bom receber sua visita! Sou fã assumida do Capital, é ter um show por aqui e estou lá. Várias músicas embalaram, e embalam, a minha vida, de um jeito simples e sincero que só eles sabem fazer.

E bora viver!

Abraço, Ale. Seja bem-vinda!

Fabi Paranhos disse...

QUEM MORRE?

Morre lentamente
Quem não viaja,
Quem não lê,
Quem não ouve música,
Quem não encontra graça em si mesmo

Morre lentamente
Quem destrói seu amor próprio,
Quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente
Quem se transforma em escravo do hábito
Repetindo todos os dias os mesmos trajeto,
Quem não muda de marca,
Não se arrisca a vestir uma nova cor ou
Não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente
Quem evita uma paixão e seu redemoinho de emoções, Justamente as que resgatam o brilho dos
Olhos e os corações aos tropeços.

Morre lentamente
Quem não vira a mesa quando está infeliz
Com o seu trabalho, ou amor,
Quem não arrisca o certo pelo incerto
Para ir atrás de um sonho,
Quem não se permite, pelo menos uma vez na vida, Fugir dos conselhos sensatos...

Viva hoje !
Arrisque hoje !
Faça hoje !
Não se deixe morrer lentamente !

NÃO SE ESQUEÇA DE SER FELIZ

Por Martha Medeiros

Menina Angelical, te desejo uma linda semana, cheia de boas notícias!

Abraço carinhoso à ti.

Angel disse...

Obrigada por lembrar Martha, Fabi! É sempre, sempre, muito válido ler esta escrita.

E uma semana igualmente boa para você!

Abraço.

Renato disse...

Hum...O mundo seguir sem vc pode não ser uma coisa ruim...não sei se o caminho que o mundo segue é o melhor pra mim, ou pra vc. Quem sabe seguindo o próprio caminho, em breve vai ter um monte de gente te pedindo carona? Daí talvez, mesmo que em uma pequena parte o mundo tenha mudado um pouco seu rumo p/ um caminho que nos faça melhor né...
Viagens otimistas p/ te irritar! rs
Bjo!
Renato.

Angel disse...

rs... Re, você é o otimismo que me falta, o bom humor, a tranquilidade... Admiro tanto você, tanto... Sei que as vezes sou meio (meio?) chata, e te falo algumas (algumas?) besteiras, mas é esse meu jeito meu torto, que tem muito a melhorar. Obrigada por tudo, viu? Tem horas que só você pra me fazer rir mesmo...

:)

Te adoro!

Abraço.

Postar um comentário