5 de maio de 2010

Não posso falar de amor...

Este post deveria falar de amor, mas logo que comecei percebi que isso demandaria tempo, talvez uma vida inteira, para descobri-lo, entendê-lo, aceitá-lo, e finalmente, escrevê-lo. E eu não posso, não vivi todos os meus anos, não encontrei todos os meus amores (ou será que encontrei?) e desconheço a totalidade do sentimento simplesmente porque acho que não amo como deveria.

Me acho egoísta demais para o amor, amo tanto a personificação do meu sentimento que chego a desejar sua posse, como quem deseja a mais bela flor do parque a ponto das mãos coçarem de vontade de apanhá-la. E ai você olha para os lados (é preciso ter certeza de que o guarda mal humorado não está te vendo) e você a pega, a torna sua, e tem ali, nas suas mãos, a coisa mais linda do mundo, para fazer com ela o que quiser, levá-la a qualquer lugar, admirá-la ad infinitum.

Mas com o tempo sua flor perde a beleza, porque sem alimento e longe de onde nasceu, ela simplesmente morre. E é assim com o ser amado. Pessoa nenhuma pode ser posse, é preciso deixá-lo lá, no seu canto, onde ele se alimenta, respira, vive, e só por vezes ir até ele e admirá-lo. O ser amado é indivíduo único, sujeito próprio, jamais será meu, mas dedicará à mim momentos seus, que serão então, meus.

Mas hoje isso não me basta. E exatamente por isso não me permiti, por hoje ao menos, falar de amor. Hoje estou absurdamente egoísta, hoje te queria aqui do meu lado, meu Grande Amor, como minha posse, e se possível, acorrentado, para que não conseguisse mais sair. Egoísmo é a face negra do amor, eu sei, mas ao menos hoje, não consigo ser diferente...

P.S.: Amo você.

25 comentários:

carol sakurá disse...

Quanta doçura!
Bjs!

Angel disse...

rs... Obrigada, Carol.

Abraço, flor!

! Marcelo Cândido ! disse...

Sensacional!

Tem selo pra vc no meu blog

Abraço...

Marcelo Mayer disse...

a verdada é que ninguém sabe falar de amor. na hora de sentir a gente voa... fica sem pés no chão. por isso o tombo é maior. pra que falar de amor se ter é mais importante?

Mary disse...

Adoro suas postagens e obrigada pela visita no meu, cheiro no coração...
Mary

Leo disse...

Hoje eu estou egoísta também. :)

doce!

Beijoss!

Angel disse...

Obrigada, Mary!

:)

Abraço.

Angel disse...

Então você me entende perfeitamente, leo...

Abraço!

Angel disse...

Obrigada, Marcelo! Logo vou lá buscá-lo! E desde já, agradeço o carinho.

Abraço.

Angel disse...

Mayer, concordo plenamente... Não há o que ser dito, na verdade, nada precisa ser dito, o sentimento é o ter, o sentir, o viver. E por mais que o futuro reserve a queda, o voo compensa qualquer ferida...

Abraços, músico!

Olavo disse...

Não se sinta egosita..pq então somos dois..tambem queria meu amor aqui ao meu lado.
Bjs

Angel disse...

Pois é, Olavo, amar e não ter é uma droga!

Abraço.

Metamorfoses disse...

Realmente Angel, o amor requer tempo...
E talvez nem assim sejamos capazes de descrevê-lo ou termos a certeza se realmente estamos descrevendo o amor ou uma loucura qualquer de nossas mentes...rs
Ando meio sem assunto...Preciso de uma nova Paixão!
rs!ah ganhei um novo selo, vc está entre os favoritos...
bj!

Bleeding_Angel disse...

Conhece uma musik do Silverchair chamada Miss You Love?
Tem um trecho dela q diz:
I love the way you love
But I hate the way
I suppose to love you back.
Tbm sou assim colega de nuvem, adoro ser amado mas tenho um certo egoismo em corresponder.
Bjos.

Vanessa Souza Moraes disse...

Mas num canto nem tão longe, rs.

Bia Monteiro disse...

Anjaa...
O amor tem o poder de nos mover, neh...
Que texto lindoo
Bjos
=D

Erica Vittorazzi disse...

Há muito tempo não amo assim... eu abri todas as janelas das minhas grades.


beijos

[ rod ] ® disse...

Falar de amor é para os corajosos. Os prontos a abstrai as dores e buscar luz para vê-lo de longe, para usufruir do seu bom momento sem o apego ou a crendiça burra. Bjs moça!

Angel disse...

Fabrizia, talvez amor e loucura sejam sinônimos, sabe... Vai saber.

E quanto ao selo, já peguei, tá? Inclusive deixei um comentário no post que você o colocou. Logo, logo estará aqui! Desculpe a demora, flor... semana complicada.

Abraços!

Angel disse...

Amigo anjo, esta foi uma das primeiras músicas do Silverchair que ouvi, e te confesso que nunca a esqueci... é linda.

E, mais um a me fazer cia na lista dos que querem o amor acorrentado a si... rs.

Abraços, colega de nuvem!

Angel disse...

O mais perto possível, Vanessa... Longe dos olhos dói, do corpo então... nem se fala.

:)

Abraço!

Angel disse...

Bia, eu não tenho dúvidas. Nada nos dá mais coragem que o amor, por ele vencemos obstáculos que pareciam intransponíveis, fazemos coisas que jamais imaginávamos...

Obrigada, flor! Abraço.

Angel disse...

Erica, você me traduziu muito bem... por isso eu acho que este egoísmo talvez não seja o amor ideal...

Abraço, minha amiga!

Angel disse...

Rod, não sei mais se sou corajosa, eu se estou mais para covarde. Para te falar a verdade, acho que não quero mais falar de amor. Coração está mudo.

Abraço!

Angel disse...

Amigos

Perdoem a demora em aprovar os comentários, em respondê-los... Não foi falta de vontade, foi realmente falta de tempo. Foi uma semana complicada, repleta de compromissos e ainda houve uma viagem. Espero que tudo se normalize de agora em diante...

Abraços, e obrigada a cada um de vocês!

Postar um comentário