3 de maio de 2010

A mil

Não sei o que eu tenho hoje, só sei que eu tenho alguma coisa... Coisa, sem nome, como aquele homem, no carro, do outro lado, sorrindo... Sorriso, daquele bem largo, todo bobo, da felicidade de estar na presença das pessoas que amo... Amor, foi o dia em que a poesia saiu do papel, criou vida, tinha nome, tinha cor... Cor, dos olhos, o azul mais azul que eu já vi em toda a minha vida, tão claro que ainda não tenho certeza se aquele azul existe... Existe? Não sei, talvez tenha sido um sonho, nada mais, aqueles sonhos com jeito, cheiro, gosto... Gostei, e foi fácil como gostar de chocolate, e gostei tanto, tanto, que logo quis para mim... E eu? Não sei o que eu tenho hoje, só sei que eu tenho alguma coisa...

26 comentários:

Olavo disse...

Se a sensação for boa...ainda vale..
Beijos

Angel disse...

Olavo, não é muito boa, não... :/

rs

Essa ansiedade ainda me mata.

Abraço!

Jacqueline disse...

Calma, respira...

Daqui a pouco passa. Ouça aquela do Nando Reis, Mantra, eu sempre faço isso, é bom.

Beijo

Angel disse...

Música! Excelente idéia, Jacqueline.

:)

Abraço!

Jacque disse...

Ah, Angel, essa Jacqueline aí, sou eu, Jacque! Hehehehe, eu estava com o endereço de email.

Mas, enfim, fica aí a dica do Nando Reis!

Beijoooo!

Angel disse...

Jacque, eu quase soltei um "seja bem-vinda", mas dai pensei que poderia ser você mesmo, pelo seu nome, afinal, este "c" é raro (eu pelo menos só conheço você).

Obrigada pela dica, estou aqui ouvindo.

Abraço!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Ansiedade? Pare de pensar no futuro.
E concentre em contar de um a dez na mente...sem pensar em mais nada, até sentir se calma. Se a mente teimar em pensar outras coisas, deixe-a "falando sozinha" e siga na contagem.
Não falha! bjos, boa semana

Angel disse...

Opa! Dica que vem do Japão só pode ser boa! Valeu, Alexandre!

Abraço!

Franzé Oliveira disse...

Olá menina.
Gosto de seus textos.

"O tempo que eu hei sonhado
Quantos anos foi de vida!
Ah, quanto do meu passado
Foi só a vida mentida
De um futuro imaginado!"
(Fernando Pessoa)

"Quem sabe faz a hora.
Não sei!
Se eu soubesse tinha feito.
Existe um abismo no meu limite."
(Franzé Oliveira)

Beijos com carinho.

Lilian disse...

É exatamente... sei como é.
Um beijo anja.

Bia Monteiro disse...

Anja... anja... anjaa...
Antes ter algo do q naum ter nada...
Bjoo flor
EStou de volta agora com força total...
=)

Meri Pellens disse...

Concordo com o Alexandre. Se cuida!
Bjos na alma..

Angel disse...

Obrigada, Franzé! Pelo carinho e pelos belos poemas.

Abraço!

Angel disse...

Lilian, tem dias que a cabeça está a mil, não é? Mas, estranhamente, nesses dias, a vida parece ainda mais intensa. Acho que isso é bom.

Abraço, flor!

Angel disse...

rs... Adorei a constatação, Bia!

Que bom que você está de volta, vou te fazer uma visita, então!

Abraço, minha amiga!

Angel disse...

Filosofia oriental é o caminho, amiga Meri! rs.

Obrigada, e, abraço!

Metamorfoses disse...

Angel ganhei outro selo, e obviamente q vc está na minha lista...só pegar...rs
bjs!

Olavo disse...

Espero que esteja mais calma rs
Beijos

Juliana. disse...

Angel, minha amiga, me desculpe pela ausência, mais estou como o título do seu texto, a mil, mais estou retornando pouco a pouco e obrigada desde já pelo carinho e presença de sempre!
Minha amiga as vezes nos sentimos assim, talvez seja falta de algo ou presença dentro de nós de uma esperança, essa tal alguma coisa, vamos viver e descobrir não é!
Um abraço Ju

Angel disse...

Metamorfoses, obrigada, minha querida! Fico feliz! Desculpe a demora, mas já passo lá para pegar, tá?

Abraço!

Angel disse...

Olavo, calma é uma palavra que desconheço... rs. Mas, um pouco menos ansiosa, sim. Estou.

Abraço, e obrigada!

P.S.: Desculpe a demora, tá?

Angel disse...

Ju, eu também ando tão sem tempo... E o pior é que deve ser assim de agora em diante. Mas não vou abandonar os amigos!

Sabe que essa minha "acelerada" não é de todo ruim? Vejo mais do mundo, faço um monte de coisas que estavam por fazer (e até que não estavam...) rs. É divertido, embora angustiante... Vai entender.

Abraço, minha amiga!

Priscila Rôde disse...

Respire em silêncio, fale em silêncio.. seja silêncio ...

Um beijo.

ErikaH Azzevedo disse...

Tens a vivencia , as lebranças, o que sentiste, é o único que de concreto temos, são esses quelevamos conosco na viagem , qdo chegar a viagem, o resto tudo vai ficar, pode acreditar..


O ruim dos sonhos é q as vezes precisamos acordar né!

Um beijo flor, recheado de carinho e desculpa a ausencia viu, tentei compensar , te sentindo agora , no como foi tua semana.

Erikah

Angel disse...

Enjoy the silence...

Verdada, Priscila.

Abraço, flor!

Angel disse...

ErikaH, minha amiga querida, essa semana um furacão passou aqui pela minha nuvem, tirou tudo do lugar, expos o que estava guardado a tempos, quebrou coisas importantes, destruiu parte da minha nuvem. Mas na mesma intensidade que ele veio, ele se foi, e agora, mais uma vez, estou aqui tentando organizar tudo, apanhar os cacos, deixar minha nuvenzinha bonita de novo. E estou conseguindo, viu. Aos poucos, estou.

Senti muito sua falta, flor, mas entendi quando você falou que andava sem tempo, um tanto desanimadinha até... As vezes um momento só com a gente é bom, e sempre que precisar dos amigos, mesmo os virtuais (que tanto nos conhecem) é só chamar!

Entre sonhos e realidade, seguimos...

Te adoro, flor!

Abraço.

Postar um comentário