9 de abril de 2010

Administrando a vida

Fechar para balanço, fazer um levantamento de tudo o que foi adquirido, investido, dado ou recebido. Contabilizar perdas e ganhos, avaliar o quão válido foi cada empreendimento. Programar o resto do ano, definir novas metas, traçar datas, alternativas, fixar o mínimo, almejar o máximo. Porque grandes conquistas envolvem riscos, e muitas vezes, algumas perdas.

35 comentários:

Marcelo Mayer disse...

e quase sempre frustrações. o problema é lidar com elas

Juliana. disse...

Acho que é Fernando Pessoa que diz: a nossa vida é a maior empresa do mundo, com outras palavras! E Temos que saber administrá-la!
Um beijo Angel!

Por que você faz poema? disse...

Fazer um balanço da vida é sempre natural e válido, mas não precisa baixar as portas.

Meri Pellens disse...

E como isso é importante e necessário, né? E o q mais precisamos fazer é o q menos sabemos e fazemos...

Bjooo..
Namastê!

Angel disse...

"Porque grandes conquistas envolvem riscos, e muitas vezes, algumas perdas... e algumas frustrações!"

Infelizmente (ou felizmente), acontece, querido amigo músico.

Abraços, Marcelo!

Angel disse...

Pois é, Juliana, e como é difícil fazer dar lucros... rs.

Abraços, querida amiga!

Angel disse...

Baixar as portas só uns minutinhos, para fazer um balanço... rs.

Abraços, meu caro. E obrigada pela visita, volte mais vezes!

Angel disse...

Meri, você disse algo importante. Por isso essa necessidade de "fazer um balanço", e tentar identificar o que deveríamos fazer, mas não estamos.

Abraços, querida amiga!

Priscila Rôde disse...

Algumas - muitas - perdas.
Difícil lidar com tudo isso!

Um beijo.

ErikaH Azzevedo disse...

É isso aí menina anjo, épreciso fazer desses balanços sim, colocar a casa em ordem mas sem ter que fechar comercio, deixar vender, deixar viver enqto se planeja, o planejamento é sempre concomitante né! Se vive, se sonha, se planeja, se avalia tudo ao mesmo tempo, num tempo só que pareça pouco mas que nos é sempre suficiente.

Bjos meus.

Erikah

Maldito disse...

Ótima definição!

Angel disse...

Nem me fale, Priscila... Perder pessoas, principalmente, é a parte mais difícil.

Abraços!

Angel disse...

Amiga Erikah, talvez nem dê tempo de parar, né? E mais, perde-se um tempinho parando. O importante, "fechando momentaneamente para balanço" ou não, é conhecer, organizar e seguir em frente!

Abraços, querida amiga!

Angel disse...

Maldito, que bom, fico feliz que tenha gostado!

Abraços.

carol sakurá disse...

Olá!
Adorei seu cantinho!
Quanto a sua pergunta no comenytário,o meu silêncio tem a ver com a minha vida..rs.
O Olavo é uma graça!
Seja bem vida!
Grade Beijo!

Angel disse...

Oi, Carol! Que bom que você gostou daqui!

Então seu silêncio é um daqueles que acomentem a gente de vez em quando, né? Conheço... rs.

Abraços, e volte mais vezes!

Mai disse...

Gerir a vida com razão.
Quem dera o balanço fosse equilibrado.
abraços

Angel disse...

Quem dera, Mai... Seguimos tentando.

Abraços, e volte mais vezes!

Lilian disse...

E assim se vive...
Um beijo

Angel disse...

É isso ai, Lilian... :)

Abraços!

SABRINA SATIL disse...

Todos nós temos que tirar um tempinho pra isso, só que nem sempre pensamos nisso...

Angel disse...

Sabrina, profissionalmente, aprendi que é melhor perder um pouco de tempo fazendo um bom planejamento para não perder muito tempo depois, entre erros e recomeços. Podemos adaptar para a vida, não é mesmo? Embora a organização funcione de um jeito para cada um...

Seja bem-vinda!

Abraços.

Angel disse...

Sabrina...

Fui conhecer seu blog, li o texto que você fez sobre amizade, que achei lindo. Mas não consegui comentar, não sei porquê.

leonel disse...

Este é o nosso imposto a nossa (su)imposta imposição de viver. Entre balancetes, do que foi, e, do que pode vir. Adicionando conteúdo, e, cortando o que não é mais essencial.

Conotativas reflexões não matemáticas, Angel!

Beijo de um mortal.

Erica Vittorazzi disse...

Devemos todos fazer uma avaliação da vida. Mas, nunca no final do ano e nem no aniversário...hehe.

Obrigada, falando nisto!

Beijos

Jacque disse...

Olá, Angel! Que bom que você voltou a esse espaço! Eu já disse e repito: Você escreve divinamente ( faz sentido, és um anjo, rs!)

E quanta coisa linda você já escreveu!!! E vejo que as coisas estão bem. Fico imensamente feliz por isso. A vida é mesmo um aprendizado. Seja da maneira que for, tudo termina bem, e o quê termina bem, recomeça ainda melhor.

Quanto ao seu texto, acho bacana quem define, organiza, traça metas... Eu não sou assim, nem nunca serei. Sigo vivendo, cansei de fazer planos, apenas vivo.

Um beijo enormeeee, e, não nos deixe mais, mocinha!!!

Angel disse...

É que matemática não é meu forte, leo, você sabe... Mas noções de administração todo mundo tem, afinal, a vida meio que ensina, e "obrigada" a por em prática.

Você é um administrador, leo? Conotações administrativas neste teu comentário... rs.

Angel disse...

rs... Deixemos para todos os outros dias do ano então, afinal, mesmo assim, sobraram muito dias para um bom planejamento!

E, não precisa agradecer, querida Erica... Ficou quietinha no dia do seu níver por quê? Espero que tenha sido um dia bom!

Angel disse...

Jacque, quanto tempo não vejo suas letrinhas por aqui! Apesar de eu sentir que você não me deixou um dia sequer...

Obrigada pelo carinho, a senhorita sempre exagerada, afinal, a escritora aqui é você!

E as coisas realmente estão muito bem. E acho eu que só tende a melhorar! E por ai, tudo bem??

leonel disse...

como administrador sou um bom advogado, Angel... nunca me enamorei pelos números! Mas, pela calculadora... ah... meu primeiro amor!

Beijos de um mortal.

Angel disse...

Leo, faço parte deste grupo que prefere os cálculos mais elaborados lá do outro lado da rua, embora, nunca tenha conseguido uma fuga efetiva deles. Enfim... [frustrada]

*

Que dia é hoje, leo?

leonel disse...

10 de abril, Angel. 10 de abril...

Fabio Rocha disse...

Tb to na fase de almejar o máximo. Belo texto. Beijos

Angel disse...

10 de abril, leo... Verdade. Obrigada por me lembrar.

:)

Angel disse...

Que bom que gostou do texto, poeta. Pois eu fico imensamente feliz por te ver nesta fase. Estarei na torcida para que almeje tudo o que quer, e logo.

Abraços, querido Fabio.

Postar um comentário