12 de março de 2010

O que antecede o recomeço

Há uma certa quietude lá fora, mesmo com as milhares de vozes que se queixam, com o ir e vir dos carros, as buzinas, a chuva, o vento. Uma espécie de silêncio que cala qualquer som e em seguida grita, ensurdece, confronta quem está a sua frente e ecoa ganhando ares mais tranquilos.

A paz é tanta que dá medo, amarra a garganta e embrulha o estômago, uma tentativa frustrada do corpo de reagir ao inevitável acalmar do momento. Nada mais pode ser feito quando tudo se cala, o confronto é inevitável e ignorá-lo é quase uma sentença de morte. Mas o segredo é perceber que o silêncio não é apenas um vazio, é o primeiro passo para o esquecimento. E que ele é momentâneo, e passa, dissipa.

E quando os sons voltam a ter algum sentido é necessário desafiar a realidade. Olhos bem abertos e ouvidos predispostos fazem tudo parecer incrivelmente simples, e seria se não pesasse sobre os ombros a necessidade de um recomeço. Recomeçamos, então. Quantas vezes for preciso.

23 comentários:

Priscila Rôde disse...

Precisamos recomeçar, ser menos previsíveis, experimentar novos amores, novas dores. Um novo começo sempre. O passado tem o poder de atrofiar o coração daquele que acredita na razão de todas as coisas antes mesmo de sentí - las! É um acordar querendo viver um hoje com novas cores.

Meri P. disse...

Recomeçar, é o q faço todos os dias...
Bjos na alma, linda.

Bleeding_Angel disse...

Eh Angel... o silencio as vzs fala mto mais q as palavras ou os ruidos. E sim, ao menos no meu kso, o silencio representou (e representa) um fim, um ponto final.
Ai o q nos resta eh, msm com as asas feridas, recomecar.
Bjos e otimo final de semana pra ti.

Bleeding_Angel disse...

Ah, eu percebi q vc ainda naum conhecia o meu The Vampire Diaries, meu blog q eh um diario pessoal mais direto msm.
E pelo visto ainda naum me visitou em meu Memorial, onde guardo os presentes q ganho e retribuo e tem presentes pra vc lah, dah uma procurada qndo puder.

http://celamemorial.blogspot.com

Maldito disse...

è algo muito bom de se repetir em frente ao espelho,..rs

Flavih Jones disse...

Mas o segredo é perceber que o silêncio não é apenas um vazio, é o primeiro passo para o esquecimento. E que ele é momentâneo, e passa, dissipa.

Incrivel, como sei bem do que vc está falando.
E como sei.
Recomeçar é a palavra chave.

Beijos.
=)

Angel disse...

Priscila, que lindo complemento ao meu texto! Recomeçar pode ser doloroso, mas é preciso pensar no que está por vir. É como você disse, é vislumbrar cores novas, querer enxergar o que mais existe por ai além do que já se viveu. Ao passado o passado. Recomeçamos, então.

Abraços, minha cara!

Angel disse...

Pois você faz muito bem, Meri. Um novo dia, um novo começo.

Abraços, minha querida.

Angel disse...

É isso ai, amigo anjo. Feriram-nos as asas, mas ainda não nos tiraram a vida. Colecionaremos cicatrizes, então, serão nossos troféus frente as batalhas da vida. O fim é um novo começo, afinal.

:)

Ah, e fui ao seu Memorial sim, já peguei os selos e logo vou postá-los. Mas já agradeço o carinho, colega de nuvem!

Abraços.

ErikaH Azzevedo disse...

Que o silencio exista pra que possamos ouvir essa voz que vem de dentro, e que nos impulsiona com coragem pra frente e pro recomeçar...o silencio faz-no refletir nas coisas o olhar de superação e de fé....um olhar de força no prosseguir...e só assim vale a pena.

Um beijo minha linda.

Erikah

Angel disse...

Maldito (rs... nunca imaginei chamar alguém assim numa boa), não entendi seu comentário... Mas fiquei imaginando que se referiu às duas últimas linhas, certo?

Agradeço a visita, e volte mais vezes.

Abraços!

Angel disse...

Flavih, fico feliz que tenha se identificado em meio texto. Recomeços, mesmo que forçados, carregam sempre a esperança de algo melhor. Quanto mais buscarmos, quanto mais recomeçamos, maiores as chances de descobrirmos a nós mesmos.

Muito bom tê-la por aqui, espero que aconteça mais vezes.

Abraços!

Angel disse...

Erikah, é o estar sozinho consigo mesmo, em silêncio, em busca das respostas que só a gente pode dar. Somos tão mais fortes do que pensamos... É preciso reunir as forças e recomeçar quantas vezes for preciso, não é mesmo?

Abraços, amiga Erikah.

Fabio Rocha disse...

Demais, demais, meu anjo!

Angel disse...

Obrigada, poeta!

Abraços.

Franzé Oliveira disse...

Sim quantas vezes for preciso.
No silêncio o ruim é o calar de tristeza.
E calado for ficando...
As vezes me sinto só mesmo no meio da multidão.


Brigado pela visita.
Gostei do seu texto.
Preciso de um anjo, mas não acredito.
Beijos no coração que pulsa.

Angel disse...

Franzé, realmente, tristeza não se evita nem com o mais completo dos silêncios. Só não podemos deixar que ela se torne mais poderosa que qualquer outro sentimento.

Quanto aos anjos, deixo contigo as palavras de Lispector "Ela acreditava em anjo e, porque acreditava, eles existiam".

Obrigada pelo carinho, e espero que volte mais vezes!

Abraços.

ErikaH Azzevedo disse...

Menina Anjo,

Assim tb sinto..mesmo com o silencio aqui fora insistindo tudo calar, o de dentro sempre tem voz.

Bjinhos

Erikah

Angel disse...

Erikah, você resumiu maravilhosamente este meu post.

:)

Abraços, minha cara!

Juliana. disse...

Angel, cada dia é um novo recomeço e sempre me pego pensando nisso, sempre, algumas vezes queremos fazer de um dia um ótimo dia..e mesmo que façamos tudo que podemos, ainda não se torna, mais quando a vida ajuda, um dia se torna maravilhoso, mesmo que lá fora as pessoas vivam as suas vidas, dentro de nós estará bem!
Um abraço Angel!

Angel disse...

Juliana, você disse algo importantíssimo. Muitas vezes a gente faz o que pode, e mesmo assim as coisas não acontecem. Muitos desistem ai. Mas para quem persiste um dia "a vida ajuda", e tudo dá certo.

Adorei, amiga Ju.

Abraços.

leonel disse...

recomeçar sempre é um desafio... nem sempre nos achamos preparados para isso. Às vezes, achamos que não há razão em recomeçar. Mas, sempre há. A vida precisa seguir seu curso, independente de que rumo as águas tenham tomado. É assim que tem de ser. É assim que sempre vai acontecer.

Abraço de um mortal.

Angel disse...

Disse tudo em seu comentário, leo. Vai ver é isso que faz a vida valer a pena, o ir por caminhos que jamais imaginávamos.

Abraços.

Postar um comentário