5 de março de 2010

Das palavras que aqui nascem...

Eu falo do amor, mas não consigo tocá-lo, dar a ele uma forma, um cheiro, um tom de voz. É carinhoso o que as palavras falam, mas a beleza do amor não está nos versos, está nos gestos, no vai e vem perfeito da pessoa amada. Que cor tem os seus olhos? Como são os seus cabelos? Seus braços, seu peito, será que me encaixo bem em você? Como será sua voz ao meu ouvido? Qual será o resultado da minha voz ao seu ouvido? O que te faz sorrir, qual é a sensação de te ver sorrindo?

Que amor sem jeito, este meu. Que amor sem graça. Amor que não pega, que não sente, que não extravasa. É uma prisão solitária onde na verdade deveríamos viver nós dois. Então me liberta, amor, ou me aprisiona de verdade em teus braços. Os versos já me deste, mas eu tenho a fome que as palavras não matam.

16 comentários:

Reyel Angel disse...

Belíssimo! Amar é sentir e viver.
Bjos de luz.

Angel disse...

Obrigada, Reyel! E é isso mesmo!

:)

Abraços!

Bleeding_Angel disse...

O amor eh assim msm anjo meu... naum ha uma forma de explicar em palavras, apenas sentir, seja fisica ou platonicamente, naum importa, o q importa eh ainda mante-lo vivo dentro de vc.
Te desejo um excelente fim de semana.

Angel disse...

É isso, amigo anjo... Tentamos traduzir o amor em texto quando na verdade sua tradução só é possível em gestos. Só vale a pena se for vivido, sentido ao seu extremo.

Excelente final de semana pra você também!

Abraços.

Marcelo Mayer disse...

o amor é um tiro no pé... nada me tira essa idéia

Angel disse...

Não no meu, caro Marcelo... rs.

Abraços!

Juliana. disse...

O amor é o inesperado, uma perfeição imperfeita, uma busca sempre e um sentimento belíssimo!
Perfeitas palavras!
Um abraço Angel

Angel disse...

Lindo comentário, amiga Juliana!

Abraços!

Jacque disse...

Realmente, as palavras não matam a fome de minguém. Isso cansa...

Não sei mais pensar no amor como algo só abstrato, eu já disse isso aqui algumas vezes. Amor é amor desde que se concretize. Depois que vi o amor, tudo fez sentido. Ah, e ele é tão simples...

Beijão, Anjo!

Olavo disse...

O amor..falamos dele todosos dias..lemos..nos achamos especialistas ate em tudo que ele tras,ate mesmo na dor que vem..
nada...basta outro amor e tudo vem como novo.
beijos bom final de semana

Angel disse...

Sim, Jacque, você disse, e, você está certa. Bom mesmo é viver o amor!

Abraços!

Angel disse...

"basta outro amor e tudo vem como novo"

Meu caro Olavo, está certíssimo! E talvez este seja um dos motivos que faça com que seja sempre tão bom sentí-lo, não é mesmo?

Abraços!

ErikaH Azzevedo disse...

Já comentei isso hj em outro blog e ou colocar tb aqui,

" Amor só dura em liberdade"( ele, raulzito)

Talvez cantando seja-lhe mais suave.

bjo

Erikah

Angel disse...

Nisso tenho que concordar, afinal, o amor já é uma prisão por si só (alguém por ai disse).

Abraços, Erikah!

leonel disse...

Amor sem graça é só desgraça... amor que não se palpa, amor que não se toca, que não se sente no olhar... tens razão... isso tudo é muito sem graça... mais que isso. É sem sentido.

Abraço de um mortal.

Angel disse...

Como eu disse.

Abraços, leo.

Postar um comentário