8 de agosto de 2010

Saudades... Mas, de quem?*

Acordo de manhã e não penso em ninguém. Nenhuma mensagem, nenhuma ligação, talvez porque, neste exato momento, ninguém pense em mim também. É estranho não ter de quem lembrar nem planos a fazer, assim como é estranho, e incômodo, não ser importante para alguém. Uma parte, que não é minha, faz falta dentro de mim, talvez nos olhos, já que o mundo desbotou, ou nos lábios, que já não pronunciam palavras de amor, mas, o mais certo é que falte no peito, lado esquerdo, onde agora bate um coração que há muito se isolou. Dizem que tudo vem a seu tempo, e eu sinto que esta é a hora certa, mas, quem devia ter vindo, ou não vem mais, ou se atrasou...

* o título foi adaptado de Neurastenia - Florbela Espanca.

Clocks - Coldplay

25 comentários:

Bleeding_Angel disse...

Os dois colegas de nuvem retornaram a blogosfera? rsrsrs
Angel, sei como se sente, jah passei por solidaum. Nossa imaginacaum voa, fikmos esperando por algo q naum vira cmo um telefonema, um sms, um e-mail q seja e... nada.
Realmente eh uma sensacaum ruim pensarmos q fomos esquecidos, q naum temos importancia.
Mas ao msm tempo tem o lance dakele maldito, akele q eu sempre amaldicoo, q eh o tal do orgulho. Talvez mtas pessoas pensem sim em vc ou em qlquer um q esteja se sentindo sozinho, apenas naum procura por orgulho. E quem carrega orgulho dentro de si perde mto.
Ou seria vc q esta tendo este "sintoma"?
Reflita.
Bjos

Primeira Pessoa disse...

quem não veio, não tinha que vir...
é abrir a janela do peito, deixar entrar uma brisa, o sol... arejar-se por dentro...


e sair às ruas de nós mesmos.
sim, porque se aquela pessoa não vem, é sinal de que nós é que temos que "ir" ao seu encontro..

acordei meio filosóofico hoje. preciso voltara a beber...rs

abração do
roberto.

ErikaH Azzevedo disse...

Há de chegar sim, mas não acho que amor seja coisa de se procurar, não achamos o amor, é ele que nos acha,e o que temos que fazer é o prosseguir com o deixar-se achar.
Enqto não chega minha flor, exercite a paixão nas outras coisas da vida, há um pouco de paixão em fazer o que gostamos né não!

Tua prosa poética tá bem linda e tu voltaste escrevemos mais ainda, amei...acho que de todos foi o que mais gostei até hj.

Bjo meu flor!

Erikah

Lua Nova disse...

Às vezes escrevemos pelo prazer de escrever e não pelo que estamos sentindo, mas pelo que um dia sentimos, pelo que um dia vivemos, enfim, traduzindo memórias emocionais que nos marcaram.
Entretanto e de repente, pode ser que o que vc escreveu reflita um estado de espírito deste seu momento. Se assim for, leia com atenção o que nosso querido amigo Roberto do blog Primeira Pessoa escreveu e muito bem: "é abrir a janela do peito, deixar entrar uma brisa, o sol... arejar-se por dentro... e sair às ruas de nós mesmos."
Creio que quanto mais nos fechamos e quanto mais melancólicos ficamos, menos o amor nos procura.
Minha linda menina, vc escreve muito bem, tem uma sensibilidade à flor da pele, e seu texto é agradável e bom de ler.
Gostaria de tê-la em meu blog. Passe por lá e tomaremos um chocolate juntas, aproveitando o friozinho.
Uma semana linda pra vc.
Beijos.

IT disse...

Nada há de mais poderoso de que um anj(el)que chegou e está no tempo certo.
Quem teria que vir?! quem?!...
Não veio, e nem virá, atrasado não está.
Há um en(contro) uma viagem pra d(entro) de si.

Saudades de Angel...

Admiração continua no tempo exato.

Metamorfoses disse...

Nossa como estava sentindo falta dessa explosão de sensibilidade, moça!
A espera nunca é fácil né?Com atrasos então a coisa tende a piorar.
Mas vem sim, quando menos esperar...
bjs!

! Marcelo Cândido ! disse...

Oh!
Vc voltou, quanto tempo...
Será que vale a pena esperar pelo atraso dos outros?

Bjo Angel

aluisio martins disse...

está para chegar, não tenha pressa ou tenha toda e corra com tua poesia de braços abertos para avida. és bem-vinda e advinho que na próxima esquina há de vir quem desde sempre te espera.
bom domingo, luz e alegria

Viviane Zion disse...

Hohoooo!!! Voltaste em grande, grande estilo!
Adoro Florbela Espanca! Coldplay idem! Sê bem-vinda! Alguém aqui esperava a sua volta...

Shalom (no melhor significado que a palavra pode ter)!

Meri Pellens disse...

Querida, quanto tempo!
Que bom ter você de novo na blogsfera.
Entendo bem o que o texto diz, e nem há muito a acrescentar, enfim...
Beijos na alma e uma linda semana!

Cria disse...

Excelente reflexão, Poeta querida ! Beijos, uma semana feliz !

Angel disse...

Amigo anjo, que bom tê-lo por aqui! O céu andou meio abandonado, não é mesmo? Mas, estamos de volta! rs.

Anjo, mesmo que não haja amor, sempre há alguém que nos interessa, por quem temos algum carinho e que desejamos investir em algo além da amizade. Eu, particularmente, costumo deixar claro meu interesse, mas, a partir de determinado ponto é preciso uma reação, é preciso que seja correspondido, preciso sentir que há, por mim, um interesse semelhante. Quando a balança pende demais para um dos lados (só um procura, só um demonstra) não acho que valha a pena. Concorda?

Abraço, colega de nuvem!

Angel disse...

Roberto, meu caro... nada que uma taça de vinho não cure!! rsrs... brincadeira.

Concordo com você quando diz que quem não veio é porque não tinha que vir, e concordo mais ainda que ninguém deve ficar esperando por quem não pensa em chegar. A vida é curta, as pessoas são muitas, só precisamos estar dispostos a investir.

Quanto a ir atrás, concordo em partes... Cada situação é única, e em alguns momentos vale a pena ir atrás de quem não veio, em outros não. É preciso reconhecer quando a guerra foi perdida, e arriscar novas batalhas. Não acha?

Bom tê-lo por aqui!

Abraço.

Angel disse...

ErikaH, minha amiga, estou cá exercitando o amor por mim mesma, pelos amigos, pela minha casa... Pela primeira vez, em muito tempo, mudei de foco. Que bom! E oh, você está certíssima!

Obrigada pelo carinho, flor... Vindo de quem tanto admiro, me deixa até sem jeito!

Abraço, querida amiga!

Angel disse...

Lua, fiquei um tempo pensando nesta sua frase "quanto mais nos fechamos e quanto mais melancólicos ficamos, menos o amor nos procura". Já me disseram que energia atrai energia, que o que sentimos e transmitimos atrai o mesmo, e na mesma intensidade. Diante disso, você está certa, não é mesmo?

Obrigada pela visita e pelo comentário, flor! Será um prazer conhecer teu espaço.

Abraço!

Angel disse...

Irlene, realmente, aos encontros que nos são muito importantes, jamais nos atrasamos...

Obrigada pelas palavras, flor!

Abraço!

Angel disse...

Fabrízia, fica a máxima de "na hora certa as coisas acontecem", não é mesmo? Vai saber... rs.

Flor, obrigada por todo esse carinho, me faz um bem danado!!

Abraço!

Angel disse...

Marcelo, voltei!

Vezes vale, vezes não... Talvez valha quando o atraso não é proposital, sei lá... Mas quando a pessoa poderia ter vindo e simplesmente não quis vir, acho que não vale a pena.

Abraço, meu caro!

Angel disse...

Aluisio, obrigada pelas palavras, poeta!

Excelente semana para você.

Abraço!

Angel disse...

Viviane, minha amiga, que bom que você veio! Acertei em cheio, então? Pelo que vejo, sentimentos são como mães, só mudam de endereço... rs. (piadinha de segunda esta, hein?!).

Obrigada pelo carinho, minha amiga! É sempre muito bom tê-la por aqui!

Abraço!

Angel disse...

Meri, acho que todos sentem ou já sentiram algo assim, principalmente com o passar dos tempos, com a nossa vida cada vez mais solitária.

Obrigada pelo carinho, minha amiga!

Abraço!

Angel disse...

Cria, fico feliz que tenha gostado!

Excelente semana para você, minha amiga!

Abraço.

*** Cris *** disse...

OLá,td bem?
É estranho essa sensação...
Bjs!

*** Cris *** disse...

Ah...estou te seguindo no twitter.

Angel disse...

Oi, Cris! Seja bem vinda à minha nuvem, flor!

Abraço!

Postar um comentário