10 de agosto de 2011

Da ausência...

Não há o que ser dito, nenhuma palavra ou texto, nada de rimas pobres ou linhas maltrapilhas. É doloroso quando é a tristeza quem move a escrita, porque de repente você fica feliz e... o mundo se cala. A felicidade se agiganta e apaga os rabiscos, e a alma fica leve, até parece que o peso era por causa da tinta. Então, perdoe aquele que se cala, e entenda que o silêncio nem sempre é uma escolha porque, as vezes, ele é apenas a paz, que após anos de ausência, finalmente se anuncia.


Enjoy the Silence - Depeche Mode

4 comentários:

Suzana Martins disse...

Entender o silêncio é compreender que palavras, em sua maioria das vezes, são apenas onomatopéias que despencam em dores. Silenciar é uma descoberta de versos inteiros...

Beijos linda!!^^

Danilo MM disse...

Porque a alegria é mais simples que a palavra.

Trilha fantástica, clipe ótimo.

Edu Lazaro disse...

A palavra se cala, o sorriso revela a mensagem explícita, e um abraço encerra o laço do compromisso feliz eterno nisso! Adorei seu post!

O Profeta disse...

Sonhei com uma estrela do céu
Sonhei-a vivendo no meio do Mar
Sonhei com a verdade de uma palavra
Soletrei sete vezes a palavra amar

Neste sonho vi uma árvore triste
Pensei em sete coisas impossíveis de fazer
A primeira era voar com as nuvens
A ultima sobre as águas de um Lago correr

E vi pássaros de cores nunca vistas
Refulgentes lírios de ouro de lei
Apenas uma hortênsia me pareceu ali perdida
Vi palpitantes borboletas e o coração calei

Mágico beijo

Postar um comentário