18 de setembro de 2010

Eu contra...

Meu inimigo não está lá fora, não tem um rosto, um emprego, uma família, não tem sequer um nome, não há nada físico que eu possa xingar, bater e, quem sabe até, em um momento de loucura, matar. A batalha é diária, o sofrimento é latente e o inimigo, uma parte de mim. É a minha parte enferma, o tumor que ocupou a alma, que comprime, sufoca, corrói. Não há um só dia que eu não me coloque de joelhos e me curve para, inutilmente, tentar tirá-lo de mim. Não há um só dia. Nunca consigo. E os dias passam, e ninguém percebe, e eu me sinto cada vez mais refém, um dos lados de uma guerra sentenciada, perpétua, possivelmente, perdida.

Estranhamente, as maiores batalhas são contra nós mesmos, contra o que nos tornamos com o passar dos anos. E muitas vezes não há como vencer... ao menos, não sozinhos. Por isso, é possível que o primeiro combate a ser vencido, o primeiro passo a ser dado, seja reconhecer, levantar e gritar o mais alto que puder: “Eu preciso de ajuda.”


One day - Matisyahu

18 comentários:

Viviane Zion disse...

estranho mas estive pensando exatamente nisso hoje pela manhã: no estranho que mora dentro de mim e é contra mim... sempre muito difícil, muito dolorido lutar contra ele e suas vontades e inclinações...

força aí! a única vantagem é que nós conhecemos (ou deveríamos conhecer) muito bem esse inimigo, pois sempre esteve dentro de nós e temos acesso a ele para vencê-lo (ou não!).

belo desabafo.

belíssima música! de muito bom gosto... amo matisyahu! tenho lá um caso de amor com israel e os israelenses... a gente endende bem de guerra, de não contar com trégua nem por um minuto sequer... enfim...

muito bom lê-la novamente. abraço,

zion, v.

*** Cris *** disse...

Olá! Sabe que tenho me sentindo assim tb.
Bjs e bom fim de semana!
Fica bem,tá?

Flavio Dutra disse...

O primeiro passo é reconhecer que precisamos de ajuda.Depois, contar com essa ajuda, aceitá-la,quando ela se apresenta. Não somos uma ilha.Nossos fardos muitas vezes podem ser divididos de bom grado com aquele que caminha ao lado, mas no nosso egoísmo tentamos levar a carga sozinhos,mesmo quando ja curvados sob seu peso.
Tenho um coração onde cabem todos os aflitos. Venha tomar o teu lugar e so saia de lá quando estiver em paz.

Vanessa Souza Moraes disse...

Somos nossos maiores algozes.

Metamorfoses disse...

Caraca!! O que dizer quando vc já disse tudo??Eu necessito de ajuda, acho q não dá mais pra me enganar...bj!

O gerente disse...

ninguem precisa combater sozinha uma batalha como essa... e nem sempre é preciso ter um exercito de retaguarda como aliado. ate acho que a melhor arma para todo tipo de guerra, por incrivel que pareça, ainda é todo tipo de paz...

Desabafando disse...

É vc tem razão. Minha maior inimiga sou eu mesma mas também busquei ajuda pq há momentos que são complicados.

Cantinho She disse...

Ei minha querida! Tá tudo bem? Fiquei preocupada... dê notícias quando puder, mas olhe, reconhecer que precisa de ajuda é só para os inteligentes, por isso é UM BELO COMEÇO... fica bem!
Beijo, beijo em seu coração! ;)
She

Uelton Gomes disse...

Olá Moça.

E como é dificil vencer esse inimigo.

Abraços

Vanessa Souza Moraes disse...

Meu blog mudou de endereço, o novo é:
http://vemcaluisa.blogspot.com/
:)

Juliana. disse...

Minha amiga, o nosso inimigo está interiormente, os exteriores sim existem, mais o maior está dentro de nós, nos nossos pensamentos, nas nossas fraquezas e medos! Reflexivas palavras, adorei! Um abraço, voltei, estava com saudades daqui!
Ju

ErikaH Azzevedo disse...

E tu deste este grito..né!
Ow amora , queria poder te ajudar mas esse grito que tu dás eu sei é só pra que vc mesma ouça né! Mas qualquer coisa, sabes né...estou sempre aqui.
E não te esqueças:

Na superação, somos todos adversários ....de nós mesmos. (…) . Deixa-te vencer! .
...Erikah Azzevedo...

Adoro tu minha linda.

Bjos

Erikah

Carol Addams disse...

Angel, nem sempre é bom lutar contra você mesmo... Não importa quem vença sempre saímos machucados!
Gostei do seu desabafo e concordo!
Beijos

Little Place Of Girls disse...

oi, adorei tudo aqui.
Suas postagens, são ótimas, adorei ler.
Se poder da uma passadinha lá no meu blog:
http://kah-catarina.blogspot.com
vou adorar se você também seguir e comentar nossa postagens!

beijos, te encontro lá.

Cantinho She disse...

Oie... passando por aqui pra te deixar carinhos...

Bjo, bjo!
She

Moni. disse...

Esse reconhecimento é parte importante da luta.
Ergue-te!
Busca as forças que sabes que têm.
E não recusa ajuda.
Acconchega-te a quem te quer bem!

Meus melhores desejos de sorte!!!

Beijos!

Angel disse...

Amigos, peço desculpas pela ausência, coisa que tem ficado comum, né?! :-(

Estou com uma certa resistência em manter o blog, ameacei abandoná-lo de vez inúmeras vezes. E como se não bastasse, meus textos andam um tanto melancólicos, acho que pelo meu momento, que não pode ser exatamente assim definido, mas... enfim.

Estou bem, só com muitas coisas na cabeça, muitas decisões e indecisões, me entendem?

Obrigada pelo carinho, desculpem o sumiço e ausência em seus blogs.

Abraços.

ErikaH Azzevedo disse...

Ô minha flor, fique tranquila,já passei por isso, sei bem como é, logo logo teu sentir muda e estarás de volta com tudo conosco....bjinhos minha linda. Te cuida,tá!

Postar um comentário