18 de fevereiro de 2011

Do que eu faço sem você...

É frustrante despertar no melhor do sono, olhar para o lado e ter a certeza de que você se foi. Sinto falta dos teus beijos de madrugada, do teu corpo aquecendo o meu, e agora deixo guardada a vontade de deslizar pela sua pele até onde eu possa sentir você. Acontece que você não existe mais, ao menos, não aqui. E agora eu tento seguir em frente, me ocupando com aqueles que, de alguma maneira, me lembram você. Sombras que não me dizem nada, olhos que não tem a mesma cor, bocas que não despertam meu corpo como você costumava fazer. Você era perfeito, eles são cópias mal tiradas, desfocadas e sem valor. Sei que você não entenderia a maneira que escolhi para tentar te esquecer, assim como não entendi quando você partiu sem me dizer nada, mas, entre amargar sua ausência sozinha e sofrer calada, prefiro ocupar minha boca com outros segredos, e sussurrar teu nome quando, por alguns segundos, a consciência me for tirada.


The Power of Good-bye - Madonna

10 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Que lindo, Angel!!

A distância e a ausência nos trazem tristeza, mesmo...

Força!!

Beijos!

Cria disse...

Texto reflexivo e belo, parabéns !! Um beijo.

Danilo MM disse...

O vazio só existe depois da presença.

Mas é preciso que tudo parta e acabe, para que não se viva nada pela metade, e para que se possa sempre repetir.

Morbid_Angel disse...

Concordo com Danilo Angel, as vzs precisamos deixar alguem partir pra q possamos ver o REAL valor de outras pessoas e naum fik procurando a pessoa q jah foi nelas. As vzs, deste modo, perdemos oportunidades uniks na vida por estarmos preso a um passado q o nome jah diz tudo, eh passado, naum volta mais.
Bom te ver postando novamente colega de nuvem.
Bom fds pra ti.

*** Cris *** disse...

É sempre muito bom ler vc novamente.
Bjs!

Suzana Martins disse...

Das lembranças guardadas resta apenas a saudade acumulada provocando versos e frases inacabadas...

Beijos minha querida

Cantinho She disse...

Uau! Que profundo... Queridaaaaaa qto tempo não venho por aqui...Espero que vc esteja bem!
Beijo, beijoooo!
She

Tatuagem disse...

Se foi embora já não é perfeito...
Lindo texto. Beijos!

ErikaH Azzevedo disse...

Conjugar o amor na ausência é tão dificil, ser o amor que se foi e que não é mais....talvez a solução seja olhar pra frente e não mais pra trás mas quem diz que é fácil né! Por isso meu anjo, ama sim e gasta esse teu amor até o fim.

bjo meu a ti menina Angel, com saudades!

Erikah

***MissUniversoPróprio*** disse...

Deixe pra trás o que se foi, e busque, em outras bocas, uma perfeição ainda maior. Um dia vc a encontra. Fé.

=*

Postar um comentário