13 de janeiro de 2011

Amor em 5 atos

Primeiro ato: Ele vem e diz que pensa em você, invariavelmente, todos os dias, e que tudo o que queria estar com você.

Segundo ato: Você acredita, e realmente cogita a possibilidade de estar com ele, de virar em alguns graus a sua vida e... tentar.

Terceiro ato: Você percebe que não é a única, e que as palavras que te foram atribuídas eram, na verdade, dividas com outra pessoa.

Quarto ato: Você faz o que? Chora? Lamenta? Ou só... esquece?

Último ato: Você pensa que foi só mais um em sua vida, como todos os que ameaçaram fazer parte dela. Não era ele. Só... não era ele.

Nota: Mas, invariavelmente, você acaba chorando um pouquinho, e ouvindo um rock que nunca foi seu...

Cryin' - Aerosmith

11 comentários:

Suzana Martins disse...

Gostei dos atos e do rock...
Acho que estou precisando esquecer o amor e ouvir o rock! rs

Beijos linda

! Marcelo Cândido ! disse...

Música show no momento certo
...

Metamorfoses disse...

Rola mais uns atos...rs!
E no fim vc acaba sempre se apropriando de músicas q aparentemente foram feitas para vc...
Até q surge um outro alguém e...Deixa pra lá!rs
bj!

Danilo MM disse...

"A vida não é um teatro onde você parte meu coração no segundo ato"

Frase de um antigo poema. Acho que encenações a parte é preciso saber se virar em um monólogo

*** Cris *** disse...

Não era ele, mas pode ser outro, certo?
Gostei da forma clara como colocou os atos.
Bjs!

Priscila Rôde disse...

Sabia que não era... sabia!

Um beijo!

MariAne disse...

Angel... perfeita descrição.

Vanessa Souza Moraes disse...

Variações do mesmo tema.

http://vemcaluisa.blogspot.com/

Terráqueo disse...

De um realismo impressionante. Parabéns.

Tatuagem disse...

Chorando e lamentando estamos perdendo o tempo precioso a não ser que esta pessoa merece nossa lágrimas.

Beijo!

Erica Vittorazzi disse...

Ah, sempre choramos. Não pela pessoa em si, mas pelo amor. No fundo sempre chorampos pelo o amor.


beijos

Postar um comentário