17 de junho de 2011

Da volta

Faz tempo, e mesmo assim eu ainda não sei o que dizer. Pedir desculpas? Explicar? Duvido que alguma palavra repare o mal que foi feito. Eu parti teu coração ao meio no momento exato em que você me excluíu da sua vida. Será que sua dor é maior que a minha? Ou será que você me esqueceu de vez? E sabe qual é a ironia? Nunca estivemos tão próximos como agora. E me pergunto se eu deveria pedir desculpas ou ser orgulhosa. Será que você vale a pena? Porque as lembranças que tenho de nós são as mais insanas, mas também as mais intensas. Bem ou mal, você foi o meu extremo. E não há um só dia que eu não pense no tempo que perdemos, e no quão patéticos nós somos. E se nunca mais falarmos, eu vou saber que você não passou do idiota que deixou que isso acontecesse, e eu da pessoa estúpida que aceitou isso de você...


Blood In My Eyes - Bob Dylan

10 comentários:

Suzana Martins disse...

Na proximidade da dor há pedaços espalhados por todos os lados... Há versos que prendem nos dedos..

É tão bom ter vc de volta...

Saudades.

Beijos

Angel disse...

É como é bom estar de volta, Su...

Beijos, flor!

=)

Viviane Zion disse...

bom lê-la novamente!

não sei porque mas continuo com a nítida impressão de te conhecer de algum lugar...

:)

Angel disse...

De um universo paralelo, talvez? Outra vida?

Tudo é possível, amiga Zion!

Beijos!

=)

Leni disse...

Angel, a minha teoria é? Se você ama esta pessoa, vá atras dela, é tão triste deixar o amor morrer. Pra mim a teoria é perfeita, pois a prática tb funciona!!!
Beijos

Angel disse...

Leni, também acredito que o amor sempre vale qualquer esforço!

Beijos, flor.

Franzé Oliveira disse...

Eu me acho tão cansado em meu furor.

Bjos.

Danilo MM disse...

Podemos estar dos dois lados dessa equação.

*** Cris *** disse...

Uau, quanta intensidade Angel! Ainda tem alguma dúvida desse amor?

Impulsiva disse...

Angel você invadiu minha mente...rsrs. Há uma história bem parecida acontecendo por aqui...
Beijos,
Kenia.

Postar um comentário